Hora de voltar ao Mineirão – Espora 52 – complemento

Completando o que foi dito no Espora 52, a volta ao Mineirão na minha idéia seria assim: 01 – Setor Laranja por 10 a 20 reais – A TOG sofreu com a ida pro Horto, a torcida que tinha o 9/12 com capacidade para 10 mil pessoas hoje tem o Portão 6 que tem capacidade para 2.300. Forçaram o apequenamento da torcida. Colocaram eles em uma lata de sardinha de 2 mil pessoas. No novo Mineirão o Setor Laranja tem


O maior reforço será colocar as contas em dia.

Salve, salve Massa do GALO! A choradeira com a saída do Réver na minha opinião está exagerada. O pedido por reforços também. Acho que no momento o mais importante é colocar a casa em ordem. Tentar colocar direitos de imagem e prêmios em dia o mais rápido possível (os salários aparentemente estão em dia). Ganhamos sim uma Copa do Brasil com salários atrasados, mas negar que isso foi um difícil adversário não entra na minha cabeça. Os jogadores brasileiros são


GALO A, B, C em 2015

A: Victor, Rocha, Léo, Jemerson, Douglas, Rafael, Donizete, Dátolo, Guilherme, Luan e Pratto B: Giovanni, Patric, Emerson, Jesiel, Botelho, Lucas Cândido, Danilo Pires, Dodô, Giovanni Augusto, Cárdenas e Carlos C: Uilson, Carlos César, Tiago, Edcarlos, Eron, Pierre, Josué, Eduardo, Maicosuel, Cesinha, André Outros: Conceição e Jô ENTRE PARA O MUNDO DAS APOSTAS. Hoje tem jogo do Galinho na Copa SP e a vitória dele está pagando 1,53 por real. Cadastre e aposte clicando aqui.


Elitização dos estádios e a cerveja

A idéia de fazer do estádio um retrato social é muito bonita, mas é inevitável pensar no lado financeiro do clube também. Nas opções de estádio que temos, dificulta ainda mais fazer um trabalho de inclusão social efetivo para evitar a elitização dos estádios. Fico preocupado se no projeto do estádio do Galo tiveram esse cuidado. O Borussia da Alemanha pensou nisso e tem média de público de 80 mil pessoas por jogo. A frase do Kalil de que “Futebol


Mimimi da contratação do Pratto

O site do Lance noticiou a suposta contratação do Lucas Pratto pelo Galo por U$ 4 milhões e logo veio os moralistas, os flamenguistas e os rivais virem chorar. Principalmente o Rodrigo Mattos do UOL. Os caras não sabem nada da vida do GALO e vêm dar palpite. Como sei que tem atleticano que pensa parecido, não custa repetir. Quem sabe repetindo, os caras param de concluir bobagens. Todos os clubes de futebol tem três dividas importantes: trabalhista, privada e


« Older Entries